• ENCONTRE A SUA FILIAL AQUI.
  • (11) 99520-6661

Por que plantamos seringueiras?

Por que plantamos seringueiras?

No mundo globalizado e atual, todos veem produtos e muitas vezes surgem perguntas bem simples, como as crianças normalmente fazem. O pneu é feito de que? E quando acaba seu uso, vira o que?

Os pneus de grandes caminhões e tratores são feitos de borracha natural. Mas se dizemos natural precisamos entender como isso acontece. Vamos entender um pouco sobre a borracha natural?

A seringueira que produz a borracha é uma planta do gênero Hevea, cujo nome científico é Hevea brasiliensis. Portanto o nome brasiliensis vem de origem do Brasil. Ela é de ocorrência natural da nossa região amazônica onde ocorrem 11 diferentes espécies no Brasil e seus países vizinhos dessa região na América do Sul. Esta planta cresce bem em locais com temperaturas mais altas e não toleram geadas. Assim ela produz o seu produto chamado látex. Esse é um fluido produzido pelas plantas e que é coletado no tronco através de cortes finos com 1 milímetro de espessura, em um processo chamado de sangria.

As seringueiras começam a produzir o látex a partir do sexto ano de idade. Esse produto que dá origem aos pneus. A borracha tem características muito importantes como ser isolamento elétrico, ser impermeável a líquidos e gases e ser flexível. Por isso seu uso nos pneus, que consomem mais de 75% da borracha produzida no mundo. Mais de cinquenta mil artigos no mundo são feitos de borracha natural.

Como a borracha é um produto mundial seu preço varia no mundo todo ao longo do ano. E por ser um produto natural renovável tem um amplo mercado. No Brasil ainda existe um bom espaço para crescimento da produção, já que nosso país ainda importa quase 70 % do que consome.

Os pneus chamados fora de estrada que só tem a borracha natural, é por isso que plantamos seringueiras. Com o Ciclo Verde queremos desenvolver as etapas da nossa cadeia produtiva, de maneira socialmente responsável. Continue nos acompanhando!

2019-03-21T21:06:01+00:00 21/03/2019|Sem categoria|