• ENCONTRE UMA FILIAL PRÓXIMA A VOCÊ
  • (11) 99520-6661

Diferença do pneu diagonal para o radial

Diferença do pneu diagonal para o radial

Os pneus representam mais para um veículo do que simplesmente manter o contato com o solo. Por debaixo da camada de borracha, existe toda uma estrutura de tecnologia e física, planejada para diferentes objetivos.

Cada parte do pneu tem sua função como os sulcos, que drenam a água, evitando deslizamentos; as ranhuras, por onde o ar passa para refrigerar a borracha do pneu; e as barras, que geram a tração.

Na estrutura de um pneu, existe até mesmo peças de aço, que no caso são os talões que tem como função a fixação do pneu na roda.

Contudo, mesmo que a estrutura seja parecida em todos os produtos, existem tipos diferentes de pneus, planejados e desenvolvidos cuidadosamente para funções específicas.

O destaque aqui vai para os pneus diagonais e os radiais, que possuem suas próprias características particulares.

 

Pneu diagonal

O pneu diagonal corresponde ao pneu convencional, que utiliza a carcaça com lonas sobrepostas, o que forma um aspecto diagonal, passando uma por cima da outra. Possui também uma série de fibras têxteis composição seus cordéis.

Neste tipo de construção, os flancos são solidários à banda de rodagem. Quando o pneu roda, cada flexão dos flancos é transmitida à banda de rodagem, conformando-a ao solo.

Quando encostado ao chão, e considerando um veículo sem carga, o pneu diagonal cria uma marca oval conforme vai rodando. Quando o veículo possui uma carga considerável, a marca do pneu fica com uma forma mais quadrada, mas com pontas arredondadas e tiras tortas em seu interior.

 

Pneu radial

O pneu radial pode ser considerado como uma evolução do pneu tradicional, onde os fios da carcaça ficam dispostos perpendicularmente ao plano de rodagem, de forma a correr em direção ao centro do pneu sem causar sobreposições entre si.

Os pneus radiais que têm em sua maioria os cordonéis feitos de aço, diferente dos diagonais, onde os cordonéis são geralmente feitos de nylon.

Suas laterais são mais flexíveis e frágeis para compensar a rigidez da banda de rodagem. São pneus mais propensos a danos laterais e a cortes.

Geralmente, os pneus radiais são fabricados para serem usados sem câmara de ar (tubeless).

Quando em contato com o chão, independentemente da carga do veículo, o pneu radial mantém a mesma marca, que consiste em tiras interiores retas e quadradas com pontas arredondadas.

 

Comparação do pneu radial com diagonal

O fato das lonas não se friccionarem, acaba evitando um aumento de temperatura dentro do pneu. Aliando este benefício a sua rigidez, a durabilidade é aumentada, o que inevitavelmente faz com que o usuário economize mais dinheiro a longo tempo.

Os benefícios do pneu radial, indiretamente, acabam contribuindo com o consumo de combustível, que acaba sendo menor e o motorista ganha mais estabilidade e aderência na direção.

2019-07-30T13:16:08+00:00 29/07/2019|Notícias|